13/10/2006

E estou tão melhor assim!

Hoje lembrei-me de uma conversa que tive em tempos e que me pareceu na altura estranha.
Sim, é verdade que sempre fui conhecida por ter mau feitio e por ser rabujenta. Por acordar mal disposta e responder torto a quem de mim se aproximasse.
Mas também é verdade que se me deixassem em paz eu não chateava ninguém, o que me irritava (e ainda irrita) eram as perguntas incessantes e a mania de me apressarem quando eu estava ainda a acordar.
O meu mau feitio muitas vezes era dirigido à incompetência e à burrice (duas coisas com as quais não lido muito bem).
Por outro lado, sempre gostei de defender os meus pontos de vista e por isso entrei em discussões acesas durante muitos anos (e muitas vezes com as mesmas pessoas).
A verdade é que, de repente pareceu-me perca de tempo e de energia deixar que as discussões fossem tão frequentes e a pouco e pouco deixei de entrar em determinadas discussões.
E aqui chegamos à tal conversa em que me disseram "Mas se não concordas porque é que não barafustas? Porque é que te calas?".
E eu respondo, porque deixei de me interessar com o que pensam acerca do que eu penso.
Não deixei de ter as minhas opiniões e de viver a vida à minha maneira, mas deixei de achar que discutir é o que preciso para estar bem.
Não deixei de ter mau feitio, mas aviso logo que é melhor deixarem-me sossegada.
E não deixei de me irritar com certas coisas e/ou pessoas, apenas deixei de lhes ligar.
E estou tão melhor assim!

2 comentários:

cbig disse...

Nem sabes o quanto concordo contigo!!!!

Carlota disse...

Desconfio :)